sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Como é ter 25?



Desde que fiz 25 anos (dia 10/08) não paro de pensar sobre escrever falando disso.
Lógico que não mudou nada assim do dia 09 pro dia 10, porque não é assim que as coisas funcionam.
Não encontrei nenhuma ruga nova (nem velha, porque não tenho mesmo rsrs), nem um fio de cabelo branco além do único que eu já tenho, e as espinhas não sumiram (bad =$).
Minha vida tá mudando aos poucos, só que tenho notado mais 'coisas' acontecendo nesses últimos anos, desde que mudei pra Araraquara. Tá sendo cada virada...
Como eu disse em um dos meus últimos posts eu não tava bem, e cheguei a pensar: 'Tô fazendo 25 e nem tenho motivos pra comemorar'. Por um momento eu me esqueci o quanto é bom estar viva bem, e mesmo nas dificuldades, ter força pra continuar.
Nesses 25 anos, acho que não fiz nada de extraordinário. Mas aos poucos tô conquistando tudo que quero, ou que já quis um dia: Eu tô fazendo faculdade, tenho uma banda, me viro sozinha (é difícil, mas faz gente crescer)....entre outras coisinhas.
Aprendi muito nesses anos, e de tudo tirei essas três grandes lições:
Ter paciência. Pois nada, nada mesmo até hoje, aconteceu na hora que eu queria.
Correr atrás das coias. Se eu não fizer isso, ninguém fará por mim.
Não desistir. Mesmo que esteja difícil. Mesmo que pareça impossível. Se a gente der um passo a mais, tentar só mais uma vez, as coisas podem mudar.
Nada dura para sempre. Nem as coisas boas e muito menos as ruins.

Espero que até os 26 eu faça muitas coisas legais pra vir aqui contar pra vocês ano que vem haha.





quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Mesmo cansada, ainda tenho esperança

Mais uma vez.
Aconteceu de novo.
E eu desabei.
Isso dói.
Desgasta.
Me faz repensar.
Será que vale mesmo a pena?
Algumas pessoas dizem:
"Vai se joga" "Nunca vai saber se não tentar"
Ma eu já tentei.
Algumas vezes
É sempre assim.
No fim, é sempre assim.
Ah! O fim.
É por ele que estou aqui.
Mais uma vez.
Me sentindo assim.
E dói.
Mas, mesmo assim, cansada; eu tenho esperança.
Eu espero que um dia aconteça.
De verdade.
Não que não tenha sido de verdade o que aconteceu.
Mas espero que dure.
Que não doa.
Mas se doer. Que passe logo.
E que não seja a dor do fim.

domingo, 28 de agosto de 2016

Olha eu aqui (Não sumi não minha gente)




Oi pessoal, peço desculpas por andar meio sumida, é que estava passado por momentos não muito legais. 
A vida já não estava fácil havia algum tempo, mas parece que esse mês cheguei no meu limite.
Muitas vezes sorria pra tentar esquecer as coisas ruins, mas em casa, sozinha, eu desabava.
Todo mundo tem esses  momentos, e é preciso aceitar e aprender com eles. Deus nunca dá um fardo maior do que a gente possa carregar.
Bom, mas estou aqui pra falar que estou de volta, firme, de pé e linda como sempre hahha.
Estava com muitas expectativas para o mês de agosto, afinal foi meu aniversário dia 10, acho que a não realização delas, acabou me frustrando mais. Mas é a vida.
fazendo um balanço, até que foi um mês bacana S2.
É isso gente, vou fazer o máximo pra fechar o mês com tudo e pra que setembro (que se aproxima) seja incrível. Convido você á fazer o mesmo ;)
E por fim, deixo uma frase que eu aprendi com a novela "Êta mundo bão!", e que vou levar pro resto da vida: TUDO QUE ACONTECE DE RUIM NA VIDA DA GENTE, É PRA MELHORAR!!

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

É agosto =)


Com a chegada de um novo mês, vem novas esperanças, novos projetos e até novos hábitos. As pessoas costumam renovar suas forças.
Eu gosto desse mês, apesar de algumas pessoas tratarem agosto como um mês ruim, afinal é meu aniversário hehehe. Mas faz algum tempo que deixei de me importar com comemorações, presentes e coisas assim.
Eu não estou aqui pra falar sobre meu aniversário nem nada, mas pra dar dicas pra realmente começar um novo período na sua nossa vida.
Vi um pequeno vídeo no facebook falando sobre isso e me inspirei, então vamos lá:

  1. Se desfaça daquilo que não te serve mais, que não usa mais. Roupas, sapatos, sentimentos, tudo. Dê espaço para coisas novas.
  2. Construa novos hábitos, como fazer exercícios, comer melhor,  dormir mais cedo, ficar menos no celular/computador.
  3. Comece a ler aquele livro que está parado (e empoeirado) aí na prateleira. Ou continue aquele que começou há tempos e não terminou.
  4. Conheça novas pessoas. Não precisa sair abordando pessoas na rua, relaxa haha. Talvez você tem amigos nas redes sociais que não faz noção de quem seja, já pensou em puxar assunto? Pode ser bom.
  5. Aprenda algo novo. Uma nova língua, cozinhar, desenhar.....tem inúmeras opções e muito material bacana na internet.
  6. Relaxe mais. Dê um tempo. Se permita parar um pouco, respirar, aproveitar a própria companhia.
Bom, vou deixar essas seis dicas que eu acho que podem ser a porta pra você entrar realmente numa vida nova. A partir daí, sinta-se a vontade para fazer mais por você. 
Que nosso mês seja repleto de coisas boas e realizações. Seja bem-vindo agosto!

quarta-feira, 27 de julho de 2016

O que você precisa saber antes de gostar de mim


É fácil gostar de uma pessoa que você acha que conhece. Você mal sabe dos defeitos, não convive com a pessoa, não conhece as manias, as caras, nem os gostos....
Passei por um experiência recentemente, que não foi muito agradável, pois faltou conhecimento e sobrou impulsividade.
Inspirada em vídeos e posts de outras pessoas, resolvi listar alguns fatos sobre mim, para ajudar vocês a me conhecerem mais; e assim decidirem se vale ou não á pena gostar da pessoinha aqui.
Bom, vamos lá:

  • Sou impulsiva. Quero, e quero agora. Posso quebrar a cara depois, mas vou fazer, porque a coisa fica martelando na minha cabeça. Preciso de alguém equilibrado pra me ajudar a pensar com calma e não fazer besteiras hahaha
  • Sou chata. Sim, me considero chata. Não sei dizer ao certo em que aspecto, mas sou. E fico pensando que os outros também acham isso de mim haha (louca)
  • Sou indecisa. Tipo, muito. Mas talvez isso esteja ligado ao fato de eu não querer magoar as pessoas e por isso, em alguns casos, eu não queira dar minha opinião.
  • Sou ansiosa. Isso é sério. Não é apenas pressa pras coisas acontecerem. Eu sofro com isso. Não consigo dormir, tenho dor de barriga e vontade fazer xixi toda hora, me sinto sufocada.....e por aí vai.
  • Sou orgulhosa. Dificilmente pedirei ajuda. Mas é o seguinte: nem tudo é orgulho. Eu também não gosto de expor meus problemas, e nem de jogá-los para outras pessoas. Eu que criei, eu resolvo. E em quase todos os casos, onde me prometerem ajuda, a ajuda nunca veio. Então prefiro não pedir.
  • Sou um pouco fria, sentimentalmente falando. Mas isso só quando não estou muito  a fim, ou quando perdi o interesse. Não sei disfarçar. 
  • Sou romântica, mas odeio melação e ciúme exagerado. Mas ás vezes eu me descontrolo rsrsr (não sou barraqueira, ok?)
  • Eu penso muito. E já perdi muito por isso.
  • Não sou muito vaidosa. Gosto de me cuidar e tal, mas não ligo muito pra esmalte, maquiagem e salto alto. Sou meio 'desleixada', digamos.
  • Odeio infantilidade. Não vem me questionar quando eu digo algo que estou sentindo. E nem vem tentar me ofender com 'brincadeirinhas'. Minha paciência é curta.
  • Amo ficar sozinha. Eu comigo mesma. Não tenho medo. Eu amo minha liberdade. Então não atrapalhe isso. Quando eu precisar, entenda.
  • Ás vezes me acho imatura. Algumas coisas aconteceram 'tarde' na minha vida e acho que isso acabou prejudicando meu amadurecimento. Mas não fico agindo como se tivesse 15 anos, ok?
  • Se algo me incomoda, não sei disfarçar. Fico emburrada mesmo. Ou muito quieta.
Bom, acho que deu né? Se eu continuar vou precisar fazer outro post haha e é bem capaz de afastar vocês. 
Então, agora que você já sabe disso. Fique á vontade para gostar ou não de mim.